IMA-6.jpg
IMA-7.jpg
IMA-8.jpg
tgg2---M1.jpg
tgg---M1.jpg
TGG    1 - cópia.jpg

Um dos grandes compromissos da Ocupação Teatro Glaucio Gill APRESENTA foi mesclar o compromisso com o público, com os artistas e os produtores. Com experiência de anos de teatro, sempre no lado do produtor/criador, víamos uma necessidade no Rio de Janeiro de se fazer um trabalho personalizado ao se assumir um teatro. Dia a dia nossa intuitiva certeza ia se confirmando: deve-se pensar o Teatro como um prédio cultural, pensar no entorno, onde está localizado, quais as características do bairro e como ele pode AUMENTAR DE TAMANHO e alcançar bairros vizinhos, parece lugar comum, mas não experimentamos isso ao visitarmos os teatros de nossa Cidade e Estado.

 

Os espetáculos, onde eles estão nesse contexto? Na qualidade de seus artistas! O trabalho começa quando uma peça estreia! Confiar nos artistas, dar enorme condição de acesso e trabalho, assim trabalha-se o teatro para receber o publico com Ações que fortaleçam a sua presença. Uma crise de público assola o país, São Paulo que sempre foi uma referencia de "boas casas", está em crise.  Viajamos esse ano para lá e vimos isto pessoalmente. O Teatro Glaucio Gill vem consequentemente esgotando suas sessões. Por quê?

 

A Ocupação não olhou “para o seu próprio umbigo”, não achamos isso saudável para a existência e consistência de um Teatro do Governo do Estado. Mais que isso, a Ocupação trabalhou junto com projetos SEM patrocínio, apoiando como verdadeiros parceiros das produções. Projetos de qualidade que chegavam e que era notório que precisavam de um apoio, assim a Ocupação se tornou agente de apoio das produções, realizando um trabalho realmente contundente, ativando processos, dando um apoio básico que em muitos momentos se torna fundamental.

 

Chegamos ao final do ano com um total de 29 espetáculos, entre produções adultas e infantis. Destes, 17 estavam estreando no Rio. O Teatro Glaucio Gill alcançou 13 milhões de Mídia Espontânea apenas nas Mídias Impressas, sem contar com rádio e televisão. Além disso, a Ocupação ofereceu 104 encontros gratuitos, debates e leituras dramatizadas.

 

Criou também o Cartão Sócio TGG, com 2200 adesões, para fidelizar e mapear o público que frequenta o espaço, uma ação inovadora e extremamente importante para as produções, o teatro e o publico. Torcendo para que todos os teatros repliquem essa ideia.

 

Quando apresentamos o projeto de elevar o nome do teatro batizando a ideia como: TEATRO GLAUCIO GILL APRESENTA esperávamos cumprir nossa meta: a missão de colocar o Teatro em evidencia, pois assim quando estrearmos lá no futuro teremos um lugar quente... Vibrante no mercado. Sentimos muita falta do nome do Teatro Glaucio Gill no mercado, sentimos falta de uma maior democratização do espaço, e não estamos falando só de Cias e produtores não, estamos falando de PUBLICO!  O teatro precisa formar publico, e como se faz isso? Com peças de qualidade, pois esse é o melhor estilo de teatro, o Teatro quando é bom não há nada melhor, independente de seu estilo. Colocamos no Teatro Glaucio Gill um pouco do melhor e para muitos e muitos gostos... peça psicológica, fragmentos, comédia, drama, experiências, pesquisas, realismo, simbolismo. 

 

gg 2.jpg