30 anos dedicados à Cultura

Clique Aqui

Clique Aqui

IMA ____1.jpg
IMA___2.jpg
IMA ____3.jpg
IMA ____4.jpg
IMA-44.jpg
IMA-5.jpg
IMA-6.jpg
IMA-7.jpg
IMA-9.jpg
IMA-10.jpg
IMA-12.jpg
frase 5.jpg

Um artista com uma base empreendedora sólida, criador e gestor de projetos inovadores, premiados e com reconhecimentos de público, crítica especializada e mídia.  

Projetos como o evento “GARAGEM”, que recebeu a Honra Ao Mérito Cultural pela Qualidade, por notória associação da Marca VOLKSWAGEN com um projeto cultural sem que nenhum dos dois perdessem sua identidade institucional, reforçando o conceito de IDENTIDADE CULTURAL. Este evento unia em uma peça teatral, executada em uma garagem de 1300m2, com 20 atores e músicos, com mais dez automóveis que iam e vinham numa intercessão incrível entre cena e naturalismo. Um projeto ímpar.  

Antes conceituou o Natal da Coca-Cola vencendo a licitação de Natal competindo com as maiores empresas de eventos do Brasil com um projeto que aliava Cultura e Ações Sociais ao natal tradicional da Coca-Cola que há anos levava para as ruas "apenas seus caminhões iluminados para um passeio", com o projeto criado por Paso, os mesmos caminhões passaram a ter um conceito muito claro: unir entretenimento com projetos com conteúdo sóciocultural. 

  

  

  

  

  

  

Indo mais longe conseguiu o que a Coca-Cola nunca havia conseguido. Associou a Volkswagen Caminhões no projeto a partir da cessão de oito caminhões 0Km para a carreata, uma parceria inédita. 

Todo envolvimento com eventos nasceu em 2003 quando Gustavo venceu um Edital Cultural aberto pelo Instituto Telemar. Naquela ocasião associou a necessidade da empresa em resolver um problema de depredação de Orelhões a um evento cultural.  No mesmo projeto associou obras de Portinari à aulas de matemática e português, entrando em 40 comunidades carentes do Estado do Rio de Janeiro levando cultura, aulas temáticas e conscientização pública. O projeto recebeu a chancela da Unesco. Foi contratado para criar o NATAL DE LUZ Eletrobrás, o que criou um evento na Enseada de Botafogo onde 32 ONGs, que tem a Arte como saída para geração de Capital Social, mostravam suas aptidões. Um sucesso com público recorde.

 

Projetos Teatrais que não se resumem apenas a apresentação de um espetáculo sempre foram uma constante na companhia de teatro que Gustavo Paso fundou e dirige a CiaTeatro Epigenia (www.epigenia.art)

 

 

“80 Anos de Ariano Suassuna” patrocinado pelo Banco do Brasil, BR Distribuidora e Eletrobrás, rodou o Brasil por 03 anos levando a arte do dramaturgo pernambucano, com a peça "ARIANO", escrita e dirigida por Paso em parceria com o jornalista e poeta Astier Basílio, além de palestras e leituras. O peça se torna um dos maiores sucessos da temporada de 2007 e passa a ser notícia nos principais jornais do Brasil.

Desde o início dos trabalhos em sua produtora PASO D`ARTE, CiaTeatro Epigenia, assim como da ONG Ligados Ao Futuro, ao qual é diretor de projetos culturais, Paso sempre gerou projetos profundos, com conceitos e premissas que privilegiam o público e a Arte de In-Formar.

 

Logo no primeiro projeto: “Orações de Arrabal, 70 anos de vida”, uma homenagem ao dramaturgo espanhol Fernando Arrabal, onde filmes, peças de teatro, uma trilogia do autor e debates foram à cena pelas mãos de Paso. Parafraseando Neil Armstrong o próprio Arrabal envia da Espanha seus cumprimentos: 

Há 21 anos que suas criações, seja de eventos culturais e/ou sociais chamam atenção, mas em 2007 houve claramente uma dedicação maior ao que Paso trazia como propósito: o Teatro. Neste ano sua cia começou a despontar como uma das mais importantes do cenário teatral brasileiro, então sua dedicação a ela aumentou até que lhe exigiu exclusividade.

 

Gustavo Paso é hoje reconhecido como um dos mais importantes diretores do teatro brasileiro, basta observar que nos últimos 07 anos seus espetáculos figuram entre os Melhores do Ano no Rio e em São Paulo com varias indicações e prêmios dos mais importantes, (SHELL Rio e SP, APCA, Aplauso Brasil, Zilka Salaberry, CBTIJ, Cesgranrio, APTR) inclusive ganhando por dois anos consecutivos como Melhor Espetáculo de São Paulo (2016 e 2017), em 2018 sendo o único diretor a ser indicado na categoria Melhor Diretor, aos prêmios mais importantes do teatro nacional: SHELL e APCA. Além de uma cena contundente, o diretor é um dos mais importantes e respeitados por seus trabalho técnico com atores renomados. Projetos realizados e por realizar com Marisa Orth, Caco Ciocler, Romulo Estrela, Marilia Pera, Marcos Caruso, Ricardo Pereira, entre muitos outros, dão esta notoriedade ao artista de múltiplas funções.

Mesmo nesse período onde foi mais exigido pela sua Cia, assumiu de dezembro de 2013 a janeiro de 2015 a direção artística do Teatro Glaucio Gill, pertencente ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, após vencer o edital de Ocupação lançado pelo do Governo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em números gerais foram colocados em cena 29 espetáculos teatrais, 09 Workshops, 03 festivais de Teatro e 104 eventos (debates, encontros, etc.). Ao término da Ocupação Gustavo Paso entregou o teatro de volta ao governo com mais de 2.000 sócios de carteirinha, com todos os dados para contato. O teatro contabilizou um total de MÍDIA ESPONTÂNEA de mais de 12 milhões de reais, com apenas uma comédia entre as peças. Acabou sendo eleito UM DOS 5 MELHORES TEATROS do Rio de Janeiro de 2014, eleição feita pelo Jornal O GLOBO. Assim Paso elevou o teatro de patamar, mudando os paradigmas das ocupações teatrais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesses 21 anos percorreu quase todos os estados brasileiros, incluindo mais o Distrito Federal, com suas produções, foram mais de 40 turnês e algumas com mais de 20 dias na estrada. Outras com ida e volta durante meses. Seu conhecimento da área cultural cobre todas as áreas de produção, tais como Leis de Incentivo à Cultura nas três esferas, municipal, estadual e federal, passando pela criação, execução e pós produção.

Outras atividades culturais importantes que medem o respeito pelo trabalho são conferidas na participação efetiva em eventos e acontecimentos importantes de nosso Estado: Durante 07 anos trabalha como Jurado do Grupo Especial do Carnaval Carioca; foi Jurado do Premio Infantil de Teatro Zilda Salaberry por 02 anos; e Jurado do Premio CBTIJ; enquadrou mais de 50 projetos nas Leis de Incentivo, todos com aprovação; conceituou 4 ONGs criando seus Estatutos. Outra participação importante de Gustavo é na área sociocultural. Ele dirige desde 2003 os projetos da ONG Ligados Ao Futuro, inclusive recebendo a chancela da UNESCO em dois dos projetos, Paso realizou trabalhos frequentando mais de 40 municípios do Estado; executou o projeto de Metacognição para 1600 alunos da Redes Municipal através do teatro; e esteve presente no Morro Dona Marta durante 7 meses trabalhando inserção social através da arte.

 

 

Como Diretor de Arte exerceu várias funções para sua produtora tanto para terceiros. Todos os projetos em seu conteúdo conceitual e em sua programação visual, nos 20 anos da produtora PASO D`ARTE, foram criados por Paso.  

Além de Produções Gráficas, incluindo a CAPA de 6 livros lançados; mais de dezenas de LOGOMARCAS, Cartazes, Convites, Banners, e diversos Cases gráficos conceituais. Começou em 1995 com subeditor do Jornal Vertente, onde comandou toda reformulacão gráfica, não só do jornal como da Editora Vertente. Ficando a frente da confecção e produção cultural de 06 livros. Realizou projetos gráficos para terceiros com ênfase em identidade cultural dos projetos com o produto. 

Criou cenários para mais de 10 espetáculos profissionais e é autor oito peças, sendo seis encenadas. Uma delas: “Bodocongó, poema dramático cinematográfico” recebeu o Prêmio do Governo Federal em 2013, apenas 17 produções do Brasil foram contempladas; escreveu e dirigiu “ARIANO” em homenagem a Ariano Suassuna, sucesso de público e crítica; em 2015 dirigiu seu texto “GARAGEM” que virou filme. Em 2017 estreou o espetáculo infantil CASA CARAMUJO, com texto, cenário e direção assinados pelo artista, que lhe rendeu mais de 20 indicações a prêmios, como autor, diretor, cenógrafo e o principal deles: Melhor Espetáculo de Formas Animadas. 

frase  a1.jpg
FRASE-1.jpg
frase 2 .jpg
IMA-8.jpg
gg 2.jpg